Remédio para Emagrecer

Conheça seus benefícios e efeitos:

É cada vez maior o número de pessoas que recorrem a medicamentos para perder quilinhos extras. Contudo, todos os remédios emagrecedores trazem efeitos colaterais como consequência e, por isso, só são recomendados em casos de obesidade. Mais especificamente para pessoas com índice de massa corporal (IMC) acima de 27 que sejam portadoras de doenças como colesterol alto, diabetes ou hipertensão, ou com IMC acima de 30.

Todo e qualquer emagrecedor industrializado é vendido sob prescrição médica, por isso só devem ser tomados com acompanhamento profissional. Remédios comercializados no mercado informal ou pela internet, podem fazer mal a saúde e por isso não devem ser consumidos.

O tempo de uso de emagrecedores varia de pessoa para pessoa. Enquanto um indivíduo que sempre foi magro e ganhou muito peso ocasionalmente deve tomar o remédio apenas até o alcance do peso desejado, uma pessoa que sempre foi obesa pode acabar tendo que consumi-lo pelo resto da vida.

Antes de fazer o uso de qualquer emagrecedor, deve- se ter a consciência de que os resultados desejados só serão obtidos se ele for combinado a uma mudança de hábitos alimentares e a uma prática regular de exercícios físicos.

Apenas dois emagrecedores permitidos no Brasil pela ANVISA, conheça-os melhor:

Sibutramina

Ao contrário do que algumas pessoas pensam a sibutramina não é um medicamento anorexígeno, assim não pode ser considerado um inibidor de apetite. O remédio tem efeito sacietógeno, ou seja, atua no sistema nervoso de maneira a prolongar a sensação de saciedade, assim a pessoa que o consome tem menos necessidade de se alimentar e, quando o faz, ingere menores quantidades de comida. Além disso, a substância tem ação termogênica, por isso acelera o metabolismo e consequentemente a queima de calorias.

A sibutramina tem como efeitos colaterais a insônia, boca seca, aumento da pressão arterial, agitação, dores de cabeça e náuseas. O medicamento é contraindicado para pessoas portadoras de problemas cardiovasculares por apresentar risco de infarto.

Orlistate

Orlistate é o princípio ativo de um medicamento encontrado nas drogarias chamado Xenical.  Este medicamento atua diretamente no intestino, fazendo com que o organismo deixe de absorver aproximadamente 30% da gordura ingerida. Como a substância diminui a produção de glicose pelo fígado, o metabolismo de açúcares no organismo fica mais rápido.

O efeito colateral do orlistate aparece apenas para quem continua a consumir gorduras, pois as mesmas são eliminadas pelas fezes.  Seu consumo excessivo pode causar diarreia e flatulência.

 Medicamentos de uso off-label

Medicamentos de uso off-label são aqueles utilizados para uma função diferente daquela que está na bula. Para emagrecer, é comum o uso dos remédios contra a diabetes como a liraglutida e a metformina, do anticonvulsivante topiramato e dos antidepressivos fluoxetina e sertralina. Todos estes medicamentos atuam na perda de peso, porém, assim como os emagrecedores, devem ser usados apenas sob prescrição médica.

“Image courtesy of Jomphong / FreeDigitalPhotos.net”